segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

Shakespeare ~ Soneto 30 ~

Olá, 

Vamos mergulhar em Shakespeare? 



Quando à corte silente do pensar
Eu convoco as lembranças do passado,
Suspiro pelo que ontem fui buscar,
Chorando o tempo já desperdiçado,
Afogo olhar em lágrima, tão rara,
Por amigos que a morte anoiteceu;
Pranteio dor que o amor já superara,
Deplorando o que desapareceu.
Posso então lastimar o erro esquecido,
E de tais penas recontar as sagas,
Chorando o já chorado e já sofrido,
Tornando a pagar contas todas pagas.
Mas, amigo, se em ti penso um momento,
Vão-se as perdas e acaba o sofrimento







Beijos e até o próximo post...

domingo, 27 de fevereiro de 2011

CENSURA X LIBERDADE DE EXPRESSÃO - PARTE I

Olá,

Hoje eu gostaria de trazer uma situação que aconteceu comigo essa semana.

De saída, já explico que vou trazer o contexto, mas não darei nome aos bois.

Também já explico que não é nada pessoal ou direcionado, mas apenas quero expressar de forma melhor o que disse essa semana, pois fiquei com a sensação de que não me entenderam da forma certa.

Ainda, quero registrar que essa é a minha opinião e não só em relação ao objeto da conversa que travei com determinado amigo, mas sim em relação há várias situações semelhantes e que, não necessariamente, sejam relacionadas com “mulheres”. Eu explico lá na frente isso.

Não me considero uma feminista e não sou feminista, vale deixar dito aqui. Apenas acho que as coisas devem ter coerência e bom senso, mas vamos aos fatos.

Essa semana no twitter um amigo e eu trocamos algumas mensagens públicas. A conversa começou, pois respondi um comentário dele, vejam o comentário:

Se cancelarem a conta do “XXX” é porque o twitter já deu.

Não vou mencionar qual é a conta aqui por várias razões, principalmente, para mostrar que minha opinião não é nada direcionada a essa conta em si, em especial. Não vou mencionar também porque não farei campanha contra direcionada a essa conta. Não seria justo, com tanta coisa parecida, só malhar essa. Então vou fazer algo amplo, sobre tudo que é similar a conta em questão.

Também não citarei o nome, pois não usarei meu blog, para fazer mais propaganda dela. Simples assim. É bem verdade que a conta não precisa de propaganda, tem zilhões de seguidores, mas respeito demais esse espaço (prosas e risos) e muito mais todos que o acompanham e não acho que é algo que vai agregar.

Bom, qual seria a essência dessa conta? Ela se vende como conta de “humor”. Porém, é, em tese, escrita por homens, sempre sobre coisas relacionadas às mulheres.

Vejam, caso essa conta fosse de piada sobre negros, sobre gays, ou algo parecido, eu estaria dizendo as mesmas coisas. Não é porque sou mulher que isso me agride, profundamente.

Voltando, a conta tem piadas do tipo (notem que não vou reproduzir frases, vou adaptar e colocar a essência) e apenas algumas, infelizmente, pois do contrário não vão entender essa postagem:
  
  • Toda mulher é quase uma prostituta, só muda a forma de pagar.
  • Mulher boa é mulher de quatro;
  • Prima gostosa tem que comer. Passo o varão;
  • Mulherada feminista mal comida;
  • Mulher boa é pelada e em silêncio;
  • Homem que te ama é seu pai, nós só queremos a sua “B...TA.”; e
  • Mulher é parecida com restaurante, você come lá e depois vaza.


Bem, agora posso dizer qual foi a minha resposta ao meu amigo que achou absurdo quererem encerrar essa ilustre conta no twitter, com aproximadamente 50.000 (cinqüenta mil) seguidores.

Respondi: é ofensivo, pejorativo e de mal gosto. Não é humor inteligente, muito pelo contrário. Denigre as mulheres o tempo todo. Lixo puro.

Agora um pouco do teor (essência) do resto da conversa. Respostas do meu amigo ao comentário que fiz:

  • Simples, é só não seguir a conta;
  • Censura não é resposta. Calar o que incomoda é ditatorial; e
  • Me espanta uma advogada achar que censura é o mais correto.


Nisso entrou um outro amigo meu na conversa e disse que era um absurdo censura na internet. E nisso eles trocaram umas mensagens falando que eu sou retrógrada e ditadora.

Quero deixar claro que ambos são meus amigos mesmo e que a conversa foi super na boa e no final acabamos rindo e eles disseram que nem no meu cachorro eu mando (risos). Verdade é o Lillo que manda em mim, mesmooo. Ah, são pessoas inteligentes também. Apenas não compartilham da mesma opinião que eu.

Notem, jamais falei em censura. Só que não é porque é internet que é terra de ninguém. Para um deles eu liguei porque precisava de uma ajuda e comentando disso eu falei:

Escuta, se o CONAR (Conselho Nacional de Autoregulamentação Publicitária), fiscaliza televisão, jornal, enfim, todos os tipos de mídia, porque acha que não a internet?
Ele respondeu: Ah, essa Lei não deve se aplicar à internet.

Bom, se aplica sim pessoal. Todas as legislações existentes podem ser aplicadas para internet e são. A legislação dos direitos autorais, por exemplo, dentre tantas outras. 

A internet é apenas outra forma de mídia, de propaganda, publicidade e comunicação.

É bem verdade que a conta não é para fazer publicidade, mas por analogia, muita coisa se aplica.

O CONAR inclusive acompanha conteúdos da internet. Eu sei bem disso, pois em uma das minhas pós, eu escrevi sobre publicidade subliminar (abusiva) e fui visitar o CONAR.

Eles têm uma área só para acompanhar os conteúdos. Há os profissionais que acompanham todos os jornais/revistas, aqueles que assistem programações na TV, outros que acompanham os conteúdos na internet e por aí vai.

Em suma, não sou favorável a censura, não sou favorável a ditadura, não sou favorável que não exerçam o direito de liberdade de expressão, tão suado para se conquistar.

Só acho que determinadas coisas devem ser retiradas, porque não tem conteúdo, propaga a diferença e denigre.

A liberdade de expressão deve ser usada com responsabilidade. O meu direito vai até não esbarrar no direito alheio.

Inclusive, por essa razão, há tantas ações pleiteando danos morais, envolvendo essa questão.

Oras, sou totalmente favorável. Diga e escreva o que quiser. Só que seja macho para arcar com as responsabilidades civis e morais, decorrentes da sua liberdade de expressão.

Você pode ser livre e fazer o que quiser? Sim, mas responderá por excessos, responderá por denegrir, por caluniar, por difamar, responderá por várias coisas, dentro do nosso ordenamento jurídico.

Justo!!! Fale e escreva o que quiser, mas assuma as responsabilidades disso. Estou até admirada do Ministério Público não ter entrado ainda nessa briga.

A história da censura foi numa época em que as pessoas queriam manipular a massa (povo), super errado. Isso fala de algo muito maior, do que essa conta de quinta categoria, fala de cercear o direito do povo em várias coisas.

Vou escrever em outra postagem, a história da ditadura, da censura e da conquista da liberdade de expressão. Vou escrever, pois quem sabe passam a me entender. Censura foi e é outra coisa.

Aqui falo somente de que há limites.

Quem escreve tem responsabilidade. Ainda que você escreva mal e escreva lixos, é impossível você, por meio da escrita, não influenciar pessoas e idéias.

Desculpa, mas esse tipo de coisa não é o que espero que se propague no mundo. Quero coisas melhores para todos, para seus filhos, para os meus que se Deus quiser um dia virão, enfim.

É apenas a minha opinião.

Beijos e até o próximo post...



sábado, 26 de fevereiro de 2011

O cara errado sempre será errado.

Olá,

Resolvi escrever sobre isso, pois nos últimos meses tenho ouvido muitas histórias a respeito disso.

É, mulheres tentando fazer do cara errado o cara certo.

Depois de ouvir diversas experiências de amigas, colegas, pessoas não tão próximas e até algumas das minhas experiências acerca disso, eis a minha grande frase:

"Não queira fazer do cara errado, o cara certo."

E, o cara é errado ou pode ser errado, por “n” fatores.



Podemos nunca saber se existe o cara certo, mas uma coisa sabemos, quando o cara é errado.

Verdade meninas. No fundo sabemos. Podemos querer nos enganar, arrumar “n” justificativas e manobras, mas no nosso íntimo, sabemos.

A verdade é que só fazem conosco o que permitimos.

Penso que algumas coisas são básicas para que saibamos pelo menos se estamos caminhando em direção de algo concreto, como por exemplo:

  • Quando o cara realmente gosta de você, acredite, ele dirá;
  • Quando o cara realmente gosta de você, acredite, ele te assumirá;
  • Quando o cara realmente gosta de você, acredite, não há desculpas para não estar ou ficar com você;
  • Quando o cara realmente gosta de você, acredite, moverá montanhas para não te fazer sofrer e não te decepcionar; e
  • E outras tantas.
Perco os amigos, mas não a piada...kkk

Bom, mas essa postagem é mais como um alerta para os caras errados do que guia de identificação do cara certo. (risos)

Uma coisa é certa, quanto mais tempo passar com o cara errado, mais prolongará seu sofrimento.

Sem contar que quanto mais tempo passar com o cara errado, levará muito mais tempo para você encontrar a pessoa certa. E sabe qual é a primeira pessoa certa que você deve encontrar e namorar? Você mesma...primeiramente...depois disso, o resto é mera conseqüência.  



Aquela frase: Antes só do que mal acompanhado(a)...algum sentido faz, não é mesmo?



Beijos e até o próximo post...

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Pesquisa: Qual é a TOP ONE – FEMININA?


Olá,

Quando eu escrevi a postagem sobre TOP ONE – MASCULINA, uma leitora fez o seguinte comentário:

Gostaria de saber qual é a TOP ONE – FEMININA. Você poderia escrever sobre isso.



Então, atendendo ao pedido da leitora, fui pesquisar o assunto.

É, fui pesquisar, pois ainda que eu seja mulher, não tinha a mínima idéia de qual seria a TOP ONE das mulheres.



Acho que porque eu sou básica em se tratando desse quesito. Não tenho fantasias.

Bem, pelo menos eu pensava isso até perguntar às meninas que trabalham comigo (12 mulheres ao todo).



Eis algumas respostas da mulherada: 

o   Mulher gosta de romance, muito romance. Essa é a fantasia da maioria das mulheres. (unânime entre as mulheres);
o   Mulher gosta de ser muito bem tratada (também unânime entre as mulheres); 
o   Sair com todos os modelos que fotografaram para o último calendário dos bombeiros; e 
o   Transar com um estranho (nem perguntar o nome e depois nunca mais ver).




Também foi unânime que, embora não saibamos exatamente qual é a nossa TOP ONE, transar com dois homens não é mesmooooooooooooooooo.

Obtive algumas respostas boas, mas ainda não fiquei satisfeita.

Por isso, gostaria de colher material a respeito.

Me diga mulheres, quais são suas fantasias?

Me digam homens, qual fantasia vocês arriscariam para ser a TOP ONE FEMININA?

Beijos e até o próximo post  

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Indicados para o Oscar - 2011 - Melhor Filme

Olá, 


Vejam só os 10(dez) filmes indicados para o Oscar.


Pois é, só assisti 02(dois) desses filmes, a Origem e Cisne Negro.


Agora vendo o Trailer fiquei com vontade de ver todos.   






“A rede social”







“O discurso do rei”









 “Cisne negro”







 “O vencedor”







 “A origem”







- “Toy Story 3”









- “Bravura indômita”








- “Minhas mães e meu pai”





 “127 horas”









- “Inverno da alma”








Beijos e até o próximo post...





quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

A tortura da ditadura da beleza!

Olá,

Todos nós somos escravos da ditadura da beleza, seja pouco, seja muito, seja consigo ou com os outros.

INDICO ESSE LIVRO. MUITO BOM.

Eu explico!!!

No final do ano, eu fui a um aniversário e lá estavam, dentre outros convidados, 04(quatro) meninas, sendo 03(três) delas com 11(onze) anos e uma delas com 16(dezesseis).

Todas elas quase mulheres feitas. Todas bonitas.

Então, como estava próxima da rodinha delas, acabei escutando a conversa. Das 04(quatro) meninas, apenas uma tinha o cabelo encaracolado e era meio morena. As demais, cabelos lisos, branquinhas e altas e magras.

Uma pessoa parou na roda e disse: Nossa! Como vocês cresceram e estão lindas.

A menina de cabelo encaracolado respondeu: Elas, né? Eu não. Olha o meu cabelo. Ele não é bonito. Ele não é liso.





Notem que a menina não respondeu isso por futilidade, mas sim porque, aos 11(onze) anos, já se acha feia, por estar fora dos padrões colocados pela maldita ditadura da beleza.

Não que eu, você e o outro lá na frente não tivemos nossas crises na adolescência, nossos complexos.

Só que acho que por estar bem mais velha, estar relativamente madura em alguns pontos (amadurecer é até o último dia de vida), eu olhei aquilo com uma grande tristeza no coração.

Poxa, uma menina de 11(onze) anos se sentindo inferior, com complexo, como ela chegará à adolescência? E na fase adulta? Sabemos que as pressões e as cobranças são maiores e se ampliam para outras mil coisas.



Tá certo, nós temos que transcender isso tudo. Tá certo tem que explicar para si e para todos que somos mais do que temos e somos mais do que nossas aparências e corpos.

Só que não é fácil, com tanta mídia, com tanta coisa, com tanta expectativa dos outros e nossa...

Bem, eu entrei na conversa e disse: De jeito nenhum, você é linda também. Seu cabelo também é lindo, só é diferente.

Ela respondeu: É nada.

E por mais que eu dissesse nada tocava o coração dela.

Sai de lá profundamente triste. Aliás, até hoje quando me lembro da expressão dela, eu fico.

Fico triste por ela, fico triste por mim, fico triste por você e por todos nós.

É muito duro e sofrido não se aceitar.

O exercício da aceitação não é simples, não é fácil, é eterno, é diário, mas é necessário para ser feliz.

Aceitação...vamos exercitar. Eu tenho mil coisas para aceitar, você mais mil...o outro mais mil...então é melhor começar.

Em outra postagem eu vou falar de anorexia e bulimia. Muito preocupante.



Beijos e até o próximo post...

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

A Busca – Rótulos


Olá,

Esses dias eu ouvi uma pessoa dizer:

Eu não sou. Eu estou. São coisas bem diferentes.

Ouvindo isso eu passei a refletir sobre rótulos.

Bem, o que seria exatamente rótulos, dentro desse contexto que estou trazendo aqui.

Encontrei a seguinte definição: Etiqueta que dita o conteúdo. Qualificação simplista.




Pois é, com uma simples palavra rotulamos as coisa e as pessoas.

Só que não são exatamente desses rótulos que quero falar hoje, mas dos rótulos que nós mesmos nos damos.

Por exemplo:

  • Eu sou ciumento;
  • Eu sou brava;
  • Eu sou perfeccionista;
  • Eu sou inseguro;
  • Eu sou complicada;
  • Eu sou egoísta; e
  • Enfim...mil deles.


Não pessoal, não estou falando de qualidade ou defeito, mas sim em se fechar em um conceito tão exato ou fatalista de si mesmo.

Oras, eu fui egoísta em determinada situação. Eu posso ser egoísta na maioria das situações, mas eu não sou. Isto é, posso ser generoso. Há dentro de mim essa capacidade.

Percebem? Não é legal o “eu sou”, mas sim o “eu estou”.

Então pessoal, não vamos nos fechar em rótulos.

Beijos e até o próximo post...

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Indicados para o Oscar - 2011 - Melhor Ator

Olá,


Vejam só os indicados para o Oscar de melhor ator, em 2011. 


Tem ótimos concorrentes, né?


Confesso que ainda não vi nenhum desses filmes. Porém, vendo o trailer de todos eles, fiquei com vontade de ver todos. 


Ainda, com base apenas no trailer, fiquei com uma tendência por um deles, Colin Firth.


Bem, o intuito dessas postagens está em trazer um pouco mais das indicações, antes do grande dia.


Então vejam:




Melhor ator:
- Jesse Eisenberg 
– “A rede social”
















- Colin Firth – “O discurso do rei”














- James Franco – “127 horas”















- Jeff Bridges – “Bravura indômita”















- Javier Bardem – “Biutiful”






















Muito bom, né?


Vamos ver quem receberá o Oscar 2011, dia 27 agora.


Beijos e até o próximo post 

domingo, 20 de fevereiro de 2011

Uma simples mulher !!!

Olá,


pois é, hoje estou inspirada.


Segue mais um dos meus textos:


Não posso afirma que eu seja uma mulher simples ou uma simples mulher;
Tampouco é correto dizer que sou, eu, complicada;
Transito perfeitamente entre a existência dessas duas mulheres;
Pensando nisso, fecho meus olhos e vejo o tango acontecer;
Sinto a firmeza e a paixão dos passos de tango;
A vida é dualidade e contradição;
Se a vida é assim, não seria muita pretensão, eu, uma simples mulher, quer ser diferente? 

(minha autoria –  poetisa amadora)



Beijos e até o próximo post...